Ir direto para menu de acessibilidade.
Login
Início do conteúdo da página

021203 - MENSAGENS DE ERRO MAIS FREQUENTES

Publicado: Quarta, 10 de Setembro de 2008, 09h11 | Última atualização em Sexta, 20 de Setembro de 2019, 14h27 | Acessos: 2981

1 - FINALIDADE

Objetiva relacionar as Mensagens de Erro mais frequentes, identificando suas causas e apontando os procedimentos para correção da situação de erro no Sistema.

2 - MENSAGEM (0022) - USUÁRIO NÃO AUTORIZADO

2.1 - CAUSA DO ERRO

2.1.1 - O usuário pode estar utilizando uma determinada transação de consulta de forma incompatível com o nível de acesso que lhe fora atribuído por ocasião de sua habilitação no Sistema, ou tentando executar em outra UG do Sistema.

2.1.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

2.1.2.1 - Verificar se o seu nível de acesso permite a consulta a que o usuário está se propondo, de acordo com as especificações abaixo:

a) NÍVEL 1 - permite a consulta apenas na UG do usuário;

b) NÍVEL 2 - permite consulta na UG PÓLO do usuário e na UG OFF-LINE vinculada à mesma;

c) NÍVEL 3 - permite consultar as UG pertencentes a um Órgão;

d) NÍVEL 4 - o usuário pertence a uma UG que seja Setorial (Orçamentária, Contábil, de Auditoria, etc.) e consulta apenas as UG sob sua jurisdição;

e) NÍVEL 5 - permite consultar as UG ligadas a um Órgão e Subórgão;

f) NÍVEL 6 - permite consultar todas as UG de uma determinada Unidade da Federação;

g) NÍVEL 7 - permite consultar apenas as UG definidas em uma tabela de vinculação; e

h) NÍVEL 9 - permite consultar todas as UG do Sistema.

2.1.2.2 - O usuário deve verificar ainda se está tentando executar em sua própria UG, pois para todos os níveis só é permitida a execução na UG à qual o usuário está vinculado.

2.1.2.3 - Caso o usuário esteja tentando consultar ou executar de forma compatível com o seu nível de acesso e ainda assim persista a referida mensagem, contatar o seu cadastrador no Sistema.

3 - MENSAGEM (0042) - NÃO EXISTE INFORMAÇÃO PARA ESTE PEDIDO

3.1 - CAUSA DO ERRO

3.1.1 - O usuário pode estar consultando uma transação com um determinado critério de pesquisa para o qual não existem dados no Sistema.

3.1.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

3.1.2.1 - O usuário deve modificar os critérios de pesquisa, se não estiver satisfeito, ou mudar de transação para se assegurar da informação fornecida pelo Sistema.

3.1.2.2 - Caso obtenha informações por intermédio de outras transações, contatar a sua Setorial ou, se for o caso, a Secretaria do Tesouro Nacional.

4 - MENSAGEM (0049) - POSICIONE O CURSOR JUNTO AO DADO A SER SELECIONADO

4.1 - CAUSA DO ERRO

4.1.1 - O usuário pode estar tentando utilizar as teclas “PF2 – DETALHA” ou “PF4 - ESPELHO CONTÁBIL” em uma transação de consulta sem posicionar corretamente o cursor.

4.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

4.2.1 - Para obter a informação desejada o usuário deve posicionar o cursor ao lado do documento ou do dado que deseja obter.

5 - MENSAGEM (0073) - CLAS. CONTÁBIL TEM QUE ESTAR EM NÍVEL DE ESCRITURAÇÃO

5.1 - CAUSA DO ERRO

5.1.1 - O usuário está emitindo um documento informando uma classificação que não pertence ao nível de escrituração contábil.

5.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

5.2.1 - O usuário deve consultar a transação CONCONTA e obter a classificação contábil que esteja em nível de escrituração.

6 - MENSAGEM (0074) - EMPENHO TEM NATUREZA DE DESPESA DIFERENTE DA CONTA

6.1 - CAUSAS DO ERRO

6.1.1 - O usuário está emitindo um documento cujo empenho informado apresenta Natureza de Despesa diferente da classificação preenchida no documento.

6.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

6.2.1 - O usuário deve verificar se o número do empenho está correto para o tipo de acerto, liquidação ou pagamento que esteja realizando e verificar também se a classificação está compatível com o fato que motivou a emissão do documento.

6.2.1 -  De acordo com a verificação, proceder à correção do número da Nota de Empenho ou modificar a classificação contábil informada.

7 - MENSAGEM (0075) - SOLICITAÇÃO NÃO PREVISTA. PRESSIONE PF1 DA TRANSAÇÃO

7.1 - CAUSA DO ERRO

7.1.1 - O usuário pode estar em uma transação de consulta, preenchendo campos para obter determinada informação para a qual o Sistema não está programado.

7.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

7.2.1 - Pressionar a tecla “PF1” com o cursor posicionado fora dos campos de preenchimento da transação e caso não obtenha informações suficientes, consultar o capítulo referente à transação que está sendo utilizada e modificar o critério de pesquisa.

8 - MENSAGEM (0123) - ÓRGÃO/MINISTÉRIO INEXISTENTE

8.1 - CAUSA DO ERRO

8.1.1 - O usuário deve estar preenchendo incorretamente o código do órgão na transação.

8.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

8.2.1 - Verificar se o código está correto utilizando a transação CONORGÃO.

9 - MENSAGEM (0135) - EVENTO NÃO PERMITIDO PARA ESTA TRANSAÇÃO

9.1 - CAUSA DO ERRO

9.1.1 - Tentativa de uso de determinado evento em documentos que não estejam permitidos em seus indicadores.

9.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

9.2.1 - Consultar a transação CONEVENTO do evento em evidência e verificar se nos seus indicadores existe restrição para determinado tipo de documento, caso não haja contatar o seu órgão imediatamente superior na hierarquia das consultas.

10 - MENSAGEM (0142) - ÓRGÃO XX, GESTÃO YY - RELACIONAMENTO INEXISTENTE

10.1 - CAUSA DO ERRO

10.1.1 - O usuário deve estar em uma transação de consulta informando uma Gestão que não pertence ao Órgão em questão.

10.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

10.2.1 - Consultar a transação CONORGEST para conferir se existe relacionamento entre o Órgão e a Gestão informados, caso a relação seja encontrada, contatar o órgão competente para receber as consultas de cada UG.

11 - MENSAGEM (0187) - EMPENHO TEM QUE SER ORIGINAL

11.1 - CAUSA DO ERRO

11.1.1 - O usuário deve estar informando para cópia um número de nota de empenho de reforço ou anulação no campo NÚM DOCUMENTO da transação NE.

11.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

11.2.1 - Consultar a transação CONNE para encontrar o número correto de um empenho que se refira a emissão original o qual pode ser identificado na segunda tela da referida transação pela palavra EMPENHO no campo denominado ESPÉCIE. Para maiores esclarecimentos sobre essa transação, consultar o capítulo referente à mesma contido neste Manual.

12 - MENSAGEM (0188) - CLASSIFICAÇÃO DO EVENTO XXX INCOMPATÍVEL C/ ND DO EMPENHO YYY

12.1 - CAUSA DO ERRO

12.1.1 - O usuário está utilizando na transação um evento cujo roteiro contábil apresenta uma classificação de despesa diferente da natureza de despesa do empenho informado.

12.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

12.2.1 - Verificar se o empenho que deve ser utilizado na transação é o que foi informado, podendo ser consultada a transação CONNE.

12.2.2 - Verificar se o evento é o adequado para o registro que está sendo feito e, se for o caso, consultar a transação CONEVENTO.

12.2.3 - Após as verificações modificar o número da nota de empenho ou o código do evento de modo que fiquem compatíveis entre si.

13 - MENSAGEM (0206) - CLASSIFICAÇÃO XXXX INEXISTENTE

13.1 - CAUSA DO ERRO

13.1.1 - O usuário está informando uma classificação contábil que não existe no Plano de Contas da União, por um erro de digitação ou por desativação por parte da CCONT/STN.

13.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

13.2.1 - Consultar a transação CONCONTA para verificar a existência da classificação informada ou se a mesma está ativa no Sistema.

13.2.1 - Caso a conta esteja inativa e a UG desconhece o motivo, consultar o órgão imediatamente superior responsável pelo atendimento de suas consultas.

14 - MENSAGEM (0239) -  RECEITA NÃO PERMITIDA PARA DARF ELETRÔNICO

14.1. - CAUSA DO ERRO

14.1.1 - O usuário pode estar informando um código de receita que não deve ser utilizado na emissão de DARF eletrônico.

14.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

14.2.1 - Consultar a transação CONCODREC para consultar outro código de receita que possa ser utilizado na transação.

15 - MENSAGEM (0294) -  NÃO É PERMITIDA A CÓPIA DE ND DE OUTRO TIPO

15.1 - CAUSA DO ERRO

15.1.1 - O usuário está utilizando uma das transações que geram Nota de Dotação (DETAORC, DETAND ou NDSOF) e está informando, para cópia, um número de ND que foi gerada por uma transação diferente da que ele está usando no momento.

15.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

15.2.1 - Informar um número de ND que tenha sido gerada pela mesma transação que está sendo usada. Para isso, consultar a transação CONND onde podem ser listadas todas as ND com seus respectivos tipos.  Para maiores informações sobre a CONND, consultar o capítulo que se refere a essa transação.

16 - MENSAGEM (0307) - XXXX NÃO PODE SER CANCELADO(A)

16.1 - CAUSA DO ERRO

16.1.1 - O usuário pode estar tentando cancelar um documento ou relatório que já foi cancelado, está fora do prazo em que o Sistema permite cancelamento ou já está numa situação de impresso(a) ou relacionado para as quais o Sistema rejeita o cancelamento.

16.2 - PROCEDIMENTOS PARA A CORREÇÃO

16.2.1 - Verificar os capítulos referentes às transações de cancelamento (CANDARF, CANOB e CANREL) constantes neste Manual para descobrir o motivo da mensagem e confirmar se o documento ou relatório realmente pode ser cancelado.

16.2.1 - Após a verificação, sendo constatado que a mensagem não procede, contatar o órgão competente imediatamente superior para as consultas da UG.

17 - MENSAGEM (0379) - DOC. REFERÊNCIA TEM QUE SER EMPENHO ORIGINAL

17.1 - CAUSA DO ERRO

17.1.1 - O usuário está na transação NE emitindo um empenho de reforço ou anulação e informou no campo DOCUM DE REFERÊNCIA um número de nota de empenho que não se refere à emissão original. O Sistema só aceita reforço ou anulação de empenhos originais.

17.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

17.2.1 - Consultar a transação CONNE para encontrar o número correto de um empenho que se refira a emissão original o qual pode ser identificado na segunda tela da referida transação pela palavra EMPENHO no campo denominado ESPÉCIE. Para maiores esclarecimentos sobre essa transação, consultar o capítulo referente à mesma contido neste Manual.

18 - MENSAGEM (0381) - DOC. REFERÊNCIA TEM QUE SER UM PRÉ-EMPENHO ORIGINAL

18.1 - CAUSA DO ERRO

18.1.1 -  O usuário está na transação PE emitindo um pré-empenho de reforço ou anulação e informou no campo DOCUM. DE REFERÊNCIA um número de nota de pré-empenho que não se refere à emissão original. O Sistema só aceita reforço ou anulação de pré-empenhos originais.

18.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

18.2.1 - Consultar a transação CONPE para encontrar o número correto de um pré-empenho que se refira a emissão original, para maiores esclarecimentos sobre essa transação, consultar o capítulo referente à mesma contido neste Manual.

19 – MENSAGEM (0406) - QUANTIDADE, VALOR UNITÁRIO E VALOR TOTAL INCOMPATÍVEIS

19.1 - CAUSA DO ERRO

19.1.1 - O Sistema confere se o valor total informado pelo usuário é igual à multiplicação da quantidade pelo valor unitário, se for preenchido um valor total que não atenda esta exigência, o erro será acusado pelo Sistema.

19.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

19.2.1 - Verificar cada valor digitado para conferir se houve erro de digitação, caso não tenha havido, refazer os cálculos para descobrir onde está a incorreção e promover a devida alteração.

20 - MENSAGEM -     UG/GESTÃO: XXXXXX/YYYYY

CONTA SEM SALDO: XXXXXXXXX

CONTA CORRENTE: XXXXX

20.1 - CAUSA DO ERRO

20.1.1 - Qualquer que seja a conta sem saldo, esta mensagem ocorre por que o usuário está emitindo um documento cujos valores informados tentam abater da conta indicada na mensagem um valor maior do que o seu saldo atual.

20.2 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

20.2.1 - As providências a serem tomadas para solucionar o problema vão depender da conta indicada, mas de uma forma geral o usuário deve identificar a conta contábil e a conta corrente e em seguida entrar na transação RAZÃO para descobrir o motivo da insuficiência de saldo na conta indicada. A seguir descreveremos os procedimentos a serem adotados para os casos mais comuns.

20.2.2 - CONTA SEM SALDO: 1.1.1.1.1.02.01 - CONTA ÚNICA

20.2.2.1 - O usuário está tentando pagar um valor maior do que o saldo da conta única de sua UG, portanto deve adotar os seguintes PROCEDIMENTOS:

a) consultar o RAZÃO da conta para saber o valor da disponibilidade financeira da UG;

b) priorizar os pagamentos dentro das possibilidades financeiras do momento; e

c) solicitar à Setorial Financeira, se for o caso, os recursos financeiros devidos.

20.2.3 - CONTA SEM SALDO: 1.1.1.1.1.19.01

20.2.3.1 - O usuário pode estar tentando transferir ou estornar da conta de sua UG um valor maior do que o saldo, portanto deve adotar os seguintes PROCEDIMENTOS:

a) verificar se houve erro na digitação do valor;

b) consultar o RAZÃO da conta e identificar os lançamentos que provocaram a diminuição do saldo, verificando a procedência dos mesmos;

c) verificar se o saldo do extrato é igual ao do RAZÃO e caso não seja, providenciar os devidos acertos contábeis na conta; e

d) após acertado o saldo, o usuário já pode dar continuidade à emissão do documento.

20.2.4 - CONTA SEM SALDO: 8.1.2.3.1.XX.01 - CONTRATOS C/TERCEIROS

CONTA CORRENTE: CNPJ, CPF, UG, IG OU 999

20.2.4.1 - O usuário está apropriando despesas vinculadas a um contrato de seguros, serviços, aluguéis ou fornecimento de bens com um valor maior do que o saldo existente na conta corrente indicada. Portanto o usuário deve adotar os seguintes PROCEDIMENTOS:

a) consultar o RAZÃO da conta contábil e conta corrente indicadas para verificar se existe algum lançamento indevido, caso haja, providenciar o acerto;

b) providenciar emissão de NL para registro de contrato na conta corrente indicada com um valor, no mínimo, igual ao saldo do empenho do favorecido; e

c) após o registro do contrato, a OB ou a NL já pode ser executada.

20.2.5 - CONTA SEM SALDO: 2.1.8.8.X.01.14 - PENSÃO ALIMENTÍCIA

20.2.5.1 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO:

a) verificar o valor que foi retido com o evento 52.0.201 por ocasião da apropriação da folha de pagamento, conferindo-o com o valor que está sendo pago;

b) não sendo encontrado erro na verificação do item "a", consultar a transação RAZÃO da conta indicada na mensagem para conferir todos os lançamentos existentes na conta e detectar a presença de lançamentos indevidos ou a falta daqueles que deveriam constar;

c) detectado o erro, providenciar o acerto que pode ser um estorno ou um novo lançamento na conta com o evento 52.0.201; e

d) realizado o acerto, dar continuidade ao pagamento, se for o caso, com o evento 53.0.301.

20.2.6 - CONTA SEM SALDO: 2.1.4.1.X.13.00 – RECURSOS FISCAIS - DARF A EMITIR

20.2.6.1 - O usuário está tentando emitir um DARF no Sistema cujo valor é superior ao saldo que foi constituído para recolhimento ao Tesouro Nacional, portanto a UG deve adotar os seguintes PROCEDIMENTOS P/CORREÇÃO:

a) verificar se todos os valores que são recolhidos por meio de DARF eletrônico foram apropriados corretamente por ocasião da apropriação da folha de pagamento ou outra situação;

b) se ainda persistir o erro, consultar o RAZÃO da conta em evidência para conferir se os lançamentos referentes às apropriações se encontram registrados a crédito nesta conta e as emissões de DARF se encontram registrados a débito;

c) encontrado algum valor a débito que não tenha os créditos correspondentes, providenciar as apropriações que faltam por meio de Nota de Lançamento; e

d) realizada a regularização, dar continuidade à emissão do DARF eletrônico.

20.2.7 - CONTA SEM SALDO: 2.1.3.1.X.04.00 – CONTAS A PAGAR CREDORES NACIONAIS

CONTA CORRENTE: CNPJ, CPF, UG, IG OU 999

20.2.7.1 - O usuário pode estar tentando pagar uma obrigação a um determinado credor identificado pela conta corrente que pode ser um CNPJ, CPF, UG, IG OU 999 para o qual não foi constituída obrigação com valor suficiente, portanto o usuário deve adotar os seguintes PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO:

a) consultar o RAZÃO dessa conta contábil e conta corrente para verificar se houve apropriação referente ao valor que se está pagando, se não ocorreu, providenciar por meio de NL;

b) caso tenha ocorrido a devida apropriação e ainda assim o saldo continue insuficiente, o usuário deve fazer a conciliação dessa conta que consiste na conferência de todos os lançamentos ocorridos anteriormente com os controles da unidade, sabendo que para cada lançamento a débito é necessário que tenha havido um ou mais lançamentos a crédito para suportar o referido débito;

c) após a conciliação, certamente o usuário irá detectar falta de lançamentos a crédito ou outros lançamentos indevidos; e

d) feitos os devidos acertos, proceder ao pagamento que havia sido interrompido.

20.2.8 - CONTA SEM SALDO: 2.1.1.1.1.01.01 - SALARIOS, REMUNERACOES E BENEFICIOS

20.2.8.1 - PROCEDIMENTOS PARA CORREÇÃO

a) verificar se todas as Notas de Lançamento foram lançadas no Sistema por meio da transação RAZÃO da conta acima, caso não tenha sido providenciar o lançamento;

b) caso todas as Notas de Lançamento tenham sido lançadas com os valores corretos, o usuário deve conciliar a referida conta, analisando os lançamentos anteriores para verificar se os mesmos procedem ou não, sabendo que para cada débito no razão tem que existir um ou mais créditos correspondentes;

c) detectado o erro no razão da conta, providenciar o referido acerto por meio de Nota de Lançamento e dar continuidade ao pagamento.

20.2.9 - CONTA SEM SALDO: 6.2.2.9.2.01.01 - EMPENHOS A LIQUIDAR

CONTA CORRENTE: NE + SUBITEM DA DESPESA

20.2.9.1 - O usuário está apropriando uma despesa vinculada a um empenho que não possui saldo suficiente para a apropriação. Portanto o usuário deve adotar os seguintes PROCEDIMENTOS:

a) consultar o RAZÃO da respectiva conta contábil e corrente para verificar a existência de possíveis lançamentos indevidos e, se houver, providenciar os acertos contábeis;

b) verificar a existência de crédito disponível na conta 6.2.2.1.1.00.00 na natureza de despesa do empenho com saldo insuficiente;

c) emitir NE para reforçar o empenho com saldo insuficiente e proceder à apropriação ou pagamento que havia sido interrompido.

Fim do conteúdo da página